Patrimônio cultural luso-brasileiro de ciência e tecnologia

resultados e perspectivas

  • Marcus Granato Museu de Astronomia e Ciências Afins https://orcid.org/0000-0003-1616-9313
  • Victor Emmanuel Teixeira Mendes Abalada Museu de Astronomia e Ciências Afins
Palavras-chave: Museologia, Patrimônio, Ciência e Tecnologia, Luso-Brasileiro

Resumo

Esse trabalho se debruça sobre resultados de pesquisa – ainda em andamento – relacionada à realidade atual dos conjuntos de objetos referentes aos processos históricos de desenvolvimentos científico e tecnológico, encontrados no Brasil e em Portugal. Esses vestígios materiais poderão constituir parte do patrimônio cultural de Ciência e Tecnologia. A natureza da pesquisa realizada foi qualiquantitativa, caracterizada como descritiva-exploratória, com componente bibliográfico. Após o tratamento e análise dos dados coletados, procurou-se produzir conhecimento sobre os conjuntos encontrados, sua localização, situação de preservação e reconhecimento institucional. Foram estipulados dois cortes, um cronológico e outro por áreas do conhecimento para os levantamentos. Assim, integram o conjunto de objetos, aqueles produzidos até a década de 1960 e que pertençam às ciências exatas e da terra e engenharias. No Brasil, a partir de um universo de 1500 instituições (Museus; Instituições de ensino superior; Instituições de pesquisa; e Instituições de ensino médio) foram produzidas 337 fichas de registro de conjuntos de objetos, totalizando cerca de 40.000 objetos. Verificou-se uma prevalência dos museus (49%) e das instituições de ensino superior (41%) na presença de conjuntos de objetos de interesse. Em Portugal, partiu-se de um universo de mais de 950 instituições, e foram produzidas, até o momento, 91 fichas, abrigando um número estimado de 43.000 objetos, com prevalência dos museus (74%). A trajetória histórica de ambos os países explica, ao menos parcialmente, tais números, incluindo a pequena presença, em Portugal, de instituições de ensino superior e pesquisa, pois teriam se constituído em momentos posteriores aos limites estabelecidos pelo recorte temporal, a exceção de casos notórios, cujas trajetórias podem ser largamente recuadas no tempo. Casos notórios estes, nos quais, não raramente, pelo menos parte do patrimônio encontra-se já alocado em museus, sublinhando a centralidade dessa tipologia de instituição na preservação do patrimônio cultural de Ciência e Tecnologia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcus Granato, Museu de Astronomia e Ciências Afins

Possui graduação, mestrado e doutorado em Engenharia Metalúrgica e de Materiais (UFRJ). É tecnologista sênior do Museu de Astronomia e Ciências Afins, tendo atuado no cargo de Coordenador de Museologia de 2004 até março de 2018. É professor do curso de mestrado profissional em Preservação de Acervos da C&T (MAST) e do Programa de Pós-Graduação (mestrado e doutorado) em Museologia e Patrimônio (UNIRIO/MAST). É editor científico do periódico eletrônico Museologia e Patrimônio; consultor ad-hoc do CNPq, da FAPESP, da CAPES, da CYTED, da FAPERJ e da Swiss National Science Foundation. Foi por dois períodos Jovem Cientista do Nosso Estado (FAPERJ). É secretário do Comitê Internacional para Museus e Coleções Universitários (UMAC) do ICOM. Tem experiência na área de Museologia, com ênfase em conservação de objetos culturais metálicos e patrimônio cultural da ciência e da tecnologia, atuando principalmente nos seguintes temas: museologia, conservação, patrimônio científico - acervos e instrumentos científicos - e divulgação científica.

Victor Emmanuel Teixeira Mendes Abalada, Museu de Astronomia e Ciências Afins

Possui graduação em História pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro(2008), mestrado em Historia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro(2011) e doutorado em História pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro(2016). Atualmente é Bolsista da Museu de Astronomia e Ciências Afins. Atuando principalmente nos seguintes temas:opera seria, libretos, Portugal setecentista, poética, cultura italiana.

Referências

ABALADA, Victor; GRANATO, Marcus; MALDONADO, Luiza. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL CULTURA MATERIAL E PATRIMÔNIO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA. IV., 2016, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: MAST, 2016, p. 630-660.

AMADOR, Maria Emília Diogo de Andrade Beirão. O Ensino Experimental de Física até ao segundo quartel do século XX: Estudo da introdução da disciplina de física nos cursos dos liceus e evolução do ensino experimental da Física, desde o século XIX até ao segundo quartel do século XX. Dissertação (Mestrado em Ensino de Física e Química) – Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra. Coimbra, 2007. Disponível em: <https://estudogeral.sib.uc.pt/bitstream/10316/7428/1/EmiliaAmador_TESE_12NOV07.pdf>. Acesso: 13 jul. 2017.

BEATO, Carlos Alberto Silva. O advento das ciências liceais: materialidade e programas. Revista Diálogo Educacional v. 11, n. 34, p. 709-129, 2011.

BRASIL. Lei nº 11.904, de 14 de janeiro de 2009. Institui o Estatuto de Museus e dá outras providências. Brasília, 14 jan. 2009.

BRENNI, Paolo. The evolution of teaching instruments and their use between 1800 and 1930. Science & Education, v. 21, p. 191–226, 2012.

DUARTE, Adelaide Manuela da Costa. O Museu Nacional da Ciência e da Técnica (1971-1976). Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2007. 391p.

GASPAR, Júlia; SIMÕES, Ana. Physics on the Periphery: A Research School at the University of Lisbon under Salazar's Dictatorship. Historical Studies in the Natural Sciences, v.41, n.3, p.303-343, 2011.

GRANATO, M. Panorama sobre o patrimônio de Ciência e Tecnologia no Brasil: Objetos de C&T. In: GRANATO, Marcus; RANGEL, Marcio F. Cultura material e patrimônio de ciência e tecnologia. Rio de Janeiro: MAST, 2009. 374p. p.78-102.

GRANATO, Marcus; CAMARA, Roberta Nobre da. Patrimônio, ciência e tecnologia: inter-relações. In: Marcus Granato; Claudia S. Rodrigues de Carvalho; Sarah Fassa Benchetrit; Rafael Zamorano Bezerra. (Org.). Um olhar contemporâneo sobre a preservação do patrimônio cultural material. 1ed.Rio de Janeiro: Museu Histórico Nacional, 2008. 368p. p.175-204.

GRANATO, Marcus; LOURENÇO, Marta. PRESERVAÇÃO DO PATRIMÔNIO CULTURAL DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA: resultados da parceria luso-brasileira entre o Museu Nacional de História Natural e da Ciência (Portugal) e o Museu de Astronomia e Ciências Afins (Brasil). Ciência da Informação, v.42, n.3, p.435-453, 2013. Disponível em: <http://revista.ibict.br/ciinf/article/view/1373/1551>. Acesso em 08 jul.2017.

GRANATO, Marcus; LOURENÇO, Marta C.. Patrimônio Científico do Brasil e de Portugal: uma introdução. In: Marcus Granato; Marta C. Lourenço (Org.). Coleções científicas luso-brasileiras: patrimônio a ser descoberto. 1ed.Rio de Janeiro: MAST, 2010. 382p. p.7-14.

GRANATO, Marcus; MAIA, Elias da Silva; SANTOS, Fernanda Pires. Valorização do patrimônio científico e tecnológico brasileiro: descobrindo conjuntos de objetos de C&T pelo Brasil. Anais do Museu Paulista (Impresso), v. 22, p. 11-34, 2014.

GRANATO, Marcus; LOURENÇO, Marta; MAIA, Elias da Silva; SANTOS, Fernanda Pires; CASTRO, Gloria Gelmini de; DAMASCENO, Mariana S. Scientific heritage in Brazil: Surveying collections and groups of artefacts from the ‘exact’ sciences and engineering. In: GRANATO, Marcus; LOURENÇO, Marta (Eds.). Scientific Instruments in the History of Science: Studies in transfer, use and preservation. Rio de Janeiro: MAST, 2014. 394p. p.207-230. Disponível em: <http://site.mast.br/scientific_instruments_in_the_history_of_science_studies_in_transfer_use_and_preservation/GRANATO%20et%20al_p207-227.pdf>. Acesso em: 08 jul. 2017.

GRANATO, Marcus; SANTOS, Fernanda Pires. Patrimônio Cultural de Ciência e Tecnologia no Brasil: a situação dos conjuntos musealizados. In: GRANATO, Marcus. Museologia e Patrimônio. Coleção MAST: 30 anos de Pesquisa, v.1, Rio de Janeiro: MAST, 2015. 344p. p.78-119. Disponível em: <http://site.mast.br/hotsite_mast_30_anos/pdf/volume_01.pdf>. Acesso em 08 jul.2017.

HANDFAS, Ethel R.; GRANATO, Marcus. O Patrimônio de C&T Universitário no Brasil: As coleções e objetos preservados na Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL CULTURA MATERIAL E PATRIMÔNIO DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA. III., 2014, Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro: MAST, 2014. p.105-126.

HANDFAS, Ethel Rosemberg; GRANATO, MARCUS. Scientific and cultural heritage at the Brazilian university. In: UNIVERSEUM NETWORK MEETING. XV., 2016, Hamburgo, Alemanha. Proceedings... Hamburgo: Tredition - Nuncius Hamburgensis? Beiträge zur Geschichte der Naturwissenschaften, 2016. p.229-242.

LOURENÇO, Marta; WILSON, Lydia. Scientific Heritage: Reflections on its Nature and New Approaches to Preservation, Study and Access. Studies in History and Philosophy of Science, Oxford / Nova York, v. 44, n. 4, p.744-753, dez. 2013.

LOURENÇO, Marta C.; DIAS, José Pedro Sousa. “Time capsules” of Science: Museums, collections and scientific heritage in Portugal. Isis, v. 108, n.2, p.390-398, jun. 2017.

MARTINS, Ana Bela de Jesus; JUSTINO, Ana Cristina Fernandes Cortês. O Museu da Universidade de Aveiro: Coleções, investigação e herança patrimonial. In: SEMEDO, Alice; SIVA, Armando Coelho Ferreira da (Orgs.). Colecções de ciências físicas e tecnológicas em museus universitários: Homenagem a Fernando Bragança Gil. Porto: Universidade do Porto, 2005. p.20-26. Disponível em: < http://ler.letras.up.pt/uploads/ficheiros/12504.pdf>. Acesso em: 17 ago. 2016.

PORTUGAL. Lei nº 47/2004 de 19 de Agosto. Aprova a Lei Quadro dos Museus Portugueses. Lisboa, 19 de agosto de 2004.

UNIVERSIDADE DO PORTO. Ciência e Tecnologia em Portugal. Porto, 2010. Disponível em: < https://sigarra.up.pt/up/pt/web_base.gera_pagina?p_pagina=mobilidade%20de%20pessoal%20da%20u.porto%20-%20investigadores:%20ci%c3%aancia%20e%20tecnologia%20em%20portugal>. Acesso: 17 jul. 2017.

Publicado
2018-06-05
Como Citar
Granato, M., & Abalada, V. (2018). Patrimônio cultural luso-brasileiro de ciência e tecnologia. Tendências Da Pesquisa Brasileira Em Ciência Da Informação, 10(2). Recuperado de http://ejournal.space/tpbci/index.php/tpbci/article/view/82
Seção
Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo (s) autor (es)